Blog

NIPT: saiba como funciona o teste pré-natal não invasivo

30/06/2022 Karoline Mayara Pellin
NIPT: saiba como funciona o teste pré-natal não invasivo
30/06/2022 Karoline Mayara Pellin

Durante a gestação, são solicitados diversos exames e testes para analisar como está sendo a formação do bebê e demais problemas que podem acontecer, entre eles, o NIPT (noinvasive prenatal testing, em inglês). 

Neste conteúdo vamos explicar o que é esse exame, como funciona, se há contraindicações e demais dúvidas. Acompanhe!

NIPT: o que é o teste pré-natal não invasivo?

O NIPT é um exame de sangue o qual tem como objetivo avaliar o sexo do bebê e o risco de serem desenvolvidas doenças cromossômicas como Síndrome de Down, Síndrome de Turner e Síndrome de Klinifelter. O exame é seguro e apresenta resultados precisos.

Durante a gravidez, uma parte do DNA do bebê, chamada de fração fetal, passa da placenta para a corrente sanguínea da mãe, carregando as informações do feto. Assim, com uma simples coleta, é possível realizar o estudo do DNA do bebê.   

Para quem o NIPT é recomendado?

O exame de NIPT é indicado para os seguintes casos:

  • Mulheres grávidas acima dos 35 anos;
  • Mulheres com histórico de gravidez afetada por aneuploidia;
  • Resultado anormal na triagem bioquímica ou no ultrassom;
  • Histórico familiar de alterações cromossômicas.

Quais doenças o NIPT detecta?

O NIPT detecta as seguintes doenças:

  • Trissomia do cromossomo 21 (Síndrome de Down);
  • Trissomia do cromossomo 18 (Síndrome de Edwards);
  • Trissomia do cromossomo 13 (Síndrome de Patau);
  • Alterações dos cromossomos sexuais: monossomia do X (Síndrome de Turner),  XXY (síndrome de Klinefelter), Síndrome do Triplo X, Síndrome de Jacob e Triploidia.      

A partir de quando o NIPT deve ser feito?

A coleta deve ser realizada a partir da 10ª semana de gestação. Antes disso, a fração fetal é baixa e há maiores chances de falha no teste, e assim, há a necessidade de realizar uma  nova coleta.

Fração fetal no resultado de NIPT

A fração fetal (FF) é a porcentagem do DNA total do plasma materno que é de origem fetoplacental. Ou seja, é uma avaliação dos níveis de DNA materno e também do fetal no plasma materno.

Entre a 10ª e a 20ª semana de gestação, a média do FF é de 10 a 15%. Assim, a fração fetal está relacionada a fatores biológicos e algoritmos utilizados para interpretar os resultados do sequenciamento de DNA. 

Há alguns fatores que podem influenciar na fração fetal, tais como:

  • Peso materno;
  • Idade gestacional;
  • Problemas placentários;
  • Fatores biológicos e ambientais;
  • Coleta e armazenamento de amostra em condições não ideais.

Como interpretar o exame NIPT?

Como o NIPT consiste em um teste de triagem, o resultado deve ser analisado pelo médico que solicitou o exame, dentro do contexto clínico, histórico do paciente e demais achados no exame.

Assim, o NIPT é um exame essencial no período da gestação, afinal, é através dele que é possível diagnosticar precocemente eventuais problemas ou doenças que possam ocorrer. Lembre-se de tirar todas as suas dúvidas e seguir todas as orientações do seu médico.

Conte com o Laboratório Santa Catarina

Desde a sua fundação em 1974, o Laboratório Santa Catarina oferece exames de qualidade, com precisão no diagnóstico e nos resultados, sempre buscando oferecer um atendimento excelente a cada um de nossos pacientes.

Quer agendar um exame? Entre em contato conosco através do site, do telefone: (47) 3326-9830 ou pelo (47) 98865-8602.

Karoline Mayara Pellin

Responsável pelo Setor de Imunologia/Hormônios


Junte-se a conversa



47 3326-9830

47 98865-8602

contato@laboratoriosc.com.br

Rua Amazonas, 301, Garcia
Blumenau/SC

Segunda a sexta: 06:30 às 19:00
Sábado: 06:30 às 12:30


Responsável técnico: Dr. Guilherme Reverey do Prado CRF-SC 2114

Responsável técnico: Guilherme Reverey do Prado CRF-SC 2114

Siga-nos nas redes


As informações em nosso site tem caráter meramente informativo e não substituem as orientações do seu médico.



©2021 Laboratório Santa Catarina | Todos os Direitos reservados | Política de privacidade | Desenvolvido pela Agência